fbpx

Rede de Mulheres Eleitas Localmente da África (REFELA)

0

Rede de Mulheres Eleitas Localmente da África (REFELA)

Governos locais e regionais e suas associações e Organizações da sociedade civil Co-organizador

A Rede de Mulheres Eleitas Locais da África (REFELA), criada em março de 2011 em Tânger, sob o impulso das Cidades Unidas e Governos Locais da África (CGLU África) com o apoio do Reino de Marrocos, reúne prefeitas e eleitas locais mulheres.

A nível institucional, o REFELA está ligado à CGLU África e é, desde 2016, a sua Comissão Permanente para a Igualdade de Género. REFELA é representada no Comitê Permanente Mundial sobre Igualdade de Gênero da CGLU.

Com regulamento interno próprio, o governo da REFELA está estruturado de acordo com os 3 níveis territoriais, o continental, o regional e o nacional.

Para fazer isso, a rede é organizada em torno de:

- A Assembleia Geral, que é a estrutura de decisão máxima do REFELA e que se realiza a cada 3 anos, fora da Cimeira Africities;

- A Comissão da Rede, que é o órgão eleito directamente pela Assembleia Geral, é composta por quarenta e cinco (45) membros activos, dos quais nove (9) de cada uma das cinco sub-regiões africanas;

- O Bureau, eleito de entre os membros da Comissão, é composto por 15 membros, três (3) de cada uma das 5 sub-regiões africanas;

- A Presidência, escolhida entre os membros da Mesa, é composta por 5 Vice-Presidentes, um por cada uma das 5 sub-regiões de África, a partir das quais é eleito o Presidente da REFELA.

A nível nacional, o REFELA é representado pelos Capítulos Nacionais, que constituem os comitês permanentes de igualdade de gênero das associações nacionais de governos locais e regionais, membros da CGLU África.

  • Rua Essaadyine, 22, Hassan
    Rabat
    Marrocos, áfrica
  • info@uclga.org
  • 212-053-726006
  • Visite a web

Se você não tem um usuário, cadastre-se
Recupere sua senha